03/02/09

a inspiração para escrever chega em passinhos pequenos,
sopra-me aos ouvidos vogais ou palavras inventadas.
vê-me despida na banheira e senta-se, de pernas cruzadas, para me atormentar.
às vezes acorda-me antes do despertador e empurra-me da cama.
às vezes dá porrada no estudo, faz caretas às refeições.
dilui-se no café e atravessa os fios do telefone.
fantasia-se de perfume e verniz.
faz-me conduzir depressa e faz-me mouca.
rouba-me às pessoas e mantém-me prisioneira.
às vezes é preguiçosa, intolerante, miúda embirrenta.
amua comigo. faz amor comigo.
é preguiçosa, altiva.
dá-me sapatadas nos dedos e puxa-me as pestanas.
casou comigo quando eu tinha 6 anos.
é um caso sério na minha vida.

11 comentários:

CNS disse...

E que caminhe ao teu lado para sempre... :))


um beijo

Laura Ferreira disse...

Bom "ver-te" aqui! Um beijo grande.

Teresa Durães disse...

a inspiração é sempre boa!

Nini disse...

Nós agradecemos... Beijo...

Nini disse...

Nós agradecemos... Beijo...

Patti disse...

No teu caso é quase doença crónica, mas benigna.

blue disse...

estou com a Cristina :)

Laura Ferreira disse...

obrigada a todas.

vocês também contribuem para a minha inspiração!

um beijo especial.

Anónimo disse...

OBRIGADO...

Pecadormeconfesso disse...

É súbita. ;-)

Laura Ferreira disse...

Obrigada pela visita.

Arquivo