28/04/09

oração à minha Mãe


mãe,
fica comigo, sim?
eu sei que os anos correm velozes
que a tua pele de seda envelhece e o teu corpo fica cansado.
que vestes nos olhos pequeninos a névoa de tanto tempo,
mas eu vejo neles a menina que ainda és.
vejo-te com cachos no cabelo e a estudar anatomia
vejo-te com soquetes nos pés e com um vestido de princesa
para cintilares no baile de finalistas.
vejo-te comigo ao colo
a contares-me da “Rapunzel”
a ensinares-me os “óculos de sol”
a coçares-me os olhos com o teu queixo porque é doce
vejo-te… vestida, com o cheiro de Mãe.

fica sempre comigo…
do outro lado do telefone
na cabeceira da cama quando tenho febre
num recorte de jornal
numa oração por uma causa (im)possível.
eu fico contigo, sim?
à medida que o tempo passa
enquanto a minha pele envelhece e os meus ossos se cansam
e se instala nos meus olhos a mulher que eu posso ser.
amando-te todos os dias
estarei perto ou longe
num telefonema
à cabeceira da tua cama
num papel com uma historia
num papel com um recado de amor
numa canção esquecida
num vestido que já não serve.
estarei perto ou longe
até o tempo todo se acabar
e os Homens tiverem a certeza
que o Céu existe
só porque eu e tu
havemos de nos encontrar.
(para a minha mummy que faz hoje 78 anos.)

15 comentários:

Anónimo disse...

QUE LINDO!
Parabéns às duas!
beijos
marisa

Patti disse...

Uau! Imagino a cara de orgulho dela a ler as tuas palavras.
Bebíveis!

Muitos parabéns!

Teresa Durães disse...

bonita homenagem!

Anónimo disse...

Parabéns à Mãe e à filha pelas lindas palavras que lhe dedicou.

Susana Vigário

Anónimo disse...

Está lindo!
Parabéns à filha que escreveu esta linda poesia!
Parabéns à mãe que fez anos e que gerou uma filha com este dom magnífico de brincar com as palavras!
Augusta

Gasolina disse...

Um beijo às duas.

Por serem tão fortes e ensinarem tanta coisa bonita.

Parabéns, sempre Parabéns.

lysa disse...

Amas a tua mãe assim,tal como amo a minha :)

Um beijo,laura linda.

~pi disse...

a mim dói-me esta emoção nua

(dói-me sempre uma dor-boa

uma dor-de prenúncio quente e

feliz,

a mulher a instalar se te

nos ( mãe outra em ti?

olhos, belamente reclinando-se a pedir

aceitação :)




~

Mar Arável disse...

Abril de novo

no Maio de sempre

Sónia disse...

olha...arrepiei-me. Está lindo demais. Parabéns, em dose dupla. Beijinhos

blue disse...

parabéns, atrasados, mas do coração, Laura!

o Reverso disse...

para ela e para ti os meus parabéns.

da minha já só tenho rcordações.

jardinsdeLaura disse...

Laura,

Gostei muito deste seu poema/oração! Como eu gostaria que minha mãe pudesse estar ainda "aqui" para me ler!

isabel mendes ferreira disse...

que inveja....:) (boa) de ainda A ter.



curvo.me.

Teresa disse...

A mãos são iguais... com idades diferentes.. gosto disso :)

(vou continuar a vandalizar isto eheheh)

Arquivo