11/11/09

where do i begin

às vezes tenho vontade de pegar em certas coisas, metê-las dentro de um frasco,
fechá-las,
abanar o frasco violentamente
até doer a mão e o braço
até que essas coisas percam os seus contornos
e se transformem numa massa informe e desmaiada,
e depois deixar repousar.
abri-lo, então, outra vez
e
comprovar que as coisas que nos incomodam
podem nunca deixar de fazer parte das nossas vidas,
mas podem, e às vezes devem, ficar arrumadas noutro lugar.

6 comentários:

Anónimo disse...

E no final de contas, o que valerá realmente a pena? Fez-me pensar... Agradeço por isso.
NM

http://krigsmjod.blogspot.com

carlosré disse...

lindo

Joanne disse...

Alem de a imagem ser maravilhosa e as palavras absolutamente compreensiveis, divido contigo essa mesma vontade de agitar as coisas de vez enquando.
Boas escritas!

CNS disse...

Devem mesmo ficar noutro lugar...

Unknown disse...

Imagem Linda!, Linda!, Linda!.

Há coisas que eu tb gostava de guardar em frascos e poder cheirá-los, saboreá-los e olhar para eles de cores todas diferentes, quando quisesse.

Flipmora disse...

subscrevo inteiramente...embora algumas coisas mereçam que se sacuda no mínimo uma segunda e uma terceira vez...

Arquivo