10/08/10

cenas de gajas

juntavam-se sempre que podiam.
para falar de filhos ou de saldos.
de homens ou séries de televisão.
juntavam-se em esplanadas ou ali mesmo no café Piolho, no meio dos filhos e dos sobrinhos.
juntavam-se aos pares ou aos magotes.
de copo de fino na mão, cigarro fino no canto da boca.
de sapatinhos rasos por causa dos paralelos
de calças de ganga largas por serem mais confortáveis
caracóis soltos. conversa solta.
juntavam-se e riam e riam e juntavam-se.
numa cantiga inaudível aos ouvidos de todos
numa cantiga conhecida
tácita
que brotava, em silêncio,
do coração de cada uma.

3 comentários:

Foxy Ni** disse...

e as manas são todas lindas, em especial tu Laura que já "conheço" aos pouquinhos de cada vez em cada frase.

:)

Anónimo disse...

mensagem recebida. és a que ligas os nossos corações... bj de saudade
marisa

Anónimo disse...

quero corrigir: és a que liga :)
marisa

Arquivo