01/09/10

my dearest lisbeth

As minhas noites têm tido alguma coisa de “ficção científica misturada com filme de acção”
Já que tenho a sensação que ando aos pinotes
A saltar escarpas e a esmurrar gigantes loiros
Entoando o “meu bem, meu mal” do Caetano Veloso na boca da Gal
Envolvida mascaradamente em negócios ilícitos
e clamando justiça junto das autoridades competentes
de forma a desmascarar os policias corruptos que vou encontrando pelo caminho
e que aos grupos de 4
entoam com vozes afinadas o “debaixo dos panos” do Ney Matogrosso.
Isto que sonho parece uma refeição gourmet, variada e sofisticada
Com um apontamentozinho genial, aqui e ali.
Ando infantilmente viciada na Série Millennium do Stieg Larsson
e na sua heroína Lisbeth Salander
que me faz ficar a ler até me babar para as folhas
e por isso acordo estafada todas as manhãs.
Mas nunca tenho vontade de me deitar cedo à noite.

Sem comentários:

Arquivo