12/05/11

mummy

a minha mãe disse-me “filha tem calma” e eu estranhamente tive, as palavras da minha mãe devem entrar em mim por um acesso diferente, um atalho… e já muita gente me tinha dito “laura tem calma” mas a voz da minha mãe tem a dose de calma que eu preciso e ao telefone ela contou-me o seu dia como se me contasse uma história e sim fiquei mais calma.
e no fim
apeteceu-me chorar de tristeza por saber que não a terei por muitos mais longos anos para me acalmar
e apeteceu-me chorar de alegria por ser assim abençoada e ter a possibilidade de sentir estas coisas por outro ser humano
e fui chorar 5 min às escondidas à casa de banho porque não se deve chorar num local de trabalho.

2 comentários:

Anónimo disse...

Sinto o mesmo.
É estranho,mas quando estou terrivelmente doente ou numa situação extremamente negativa, a primeira pessoa em que penso é na minha mãe!Fico subitamente a sentir-me uma criança a precisar de colo e as palavras dela acalmam-me sempre. :)

Graça Pires disse...

As mães com as palavras certas no momento certo... Gostei tanto do texto.
Um beijo, Laura.

Arquivo