23/09/11

25 de Setembro, 43 anos


Despeço-me dos 42 com a noção de missão cumprida.
Não gosto de números ímpares. Tenho 2 tatuagens
e só não faço a terceira senão teria de fazer a quarta.
Mas espero que os 43 sejam tão bom ou melhores que os 42.
Missão cumprida.
Estudei muito. Li muito. Reli muito.
Conheci ainda mais cantos de mim (se é que isso é possível).
Conheci pessoas incríveis.
Reencontrei outras que já não via há anos.
Desiludi-me com algumas. Muito.
Conheci sítios restaurantes e recantos do meu Porto onde nunca tinha estado.
Vi partir pessoas que me marcaram para todo o sempre.
Encontrei outras que avançam igualmente no caminho de me marcar.
Amei família, amigos, gatas e palavras.
Um dos amores da minha vida casou e foi mãe e assim tive mais um sobrinho.
Fiz jantares e fui a jantares.
Descobri a Melody Gardot.
Chorei que me fartei e ri outro tanto.
Engordei e emagreci tendo voltado ao meu amado 36.
Amei o meu Blog e amei a minha varanda à noite.
Escrevi horas e dias a fio.
Aprendi a jogar Poker de cartas.
Desenhei espectáculos mentalmente.
Desenhei o meu primeiro livro (no qual estou a trabalhar).
Desenhei um tapete de Arraiolos com um galo de Barcelos que terminarei este próximo ano.
Vi cabelos a crescer e rezei muito.
Fiz teatro muito teatro.
Fiz praia muita praia.
Encenei peças e escrevi uma curta.
Passei umas férias inesquecíveis.
Ri muito com as minhas irmãs.
Saí muito com as minhas irmãs (Be, Kiki, Rosi).
Senti-me com 18 anos em muitos momentos.
Senti-me pesada como se tivesse 80, noutros.
Fui capaz de ser muito feliz em bocadinhos mesmo não sendo sempre.
Sou capaz de me olhar no espelho e dizer-me “gosto-te muito”.
Descobri que sou a minha melhor companhia e a minha melhor amiga.
Deixei crescer o cabelo ainda mais e descobri O creme para os caracóis.
Retomei uma vida – A MINHA VIDA - que tinha quase esquecido
sem ter qualquer saudade da minha outra vida.
E vivo hoje com a certeza de que mesmo não gostando de números ímpares,
os meus 43 vão ser tão bons ou melhores que os 42.

9 comentários:

Graça Pires disse...

Parabéns, Laura. Agora anda devagar pelo pátio das recordações e não te esqueças de ser feliz.Há ainda tanto caminho...
Um beijo.

Laura Ferreira disse...

Obrigada, Graça. Pelas tuas palavras na tua Ortografia, pelas tuas palavras aqui e pela tua presença.

CNS disse...

Parabéns Laura. Serão decerto melhores os teus 43 :))

Luis Eme disse...

claro que vão, Laura.

é sempre a melhorar até aos cinquenta. :)

e PARABÉNS.

Camomila disse...

o que interessa é que nos "enta" te sintas assim... amada. o três são pormenores onde quase arrisco a dizer que te vão trazer muita sorte. fico feliz por ter conseguido acompanhar durante este ano um pedaçinho de ti, a escrita.

beijinho enorme e faz o favor de ser muito feliz Laura*

ps: continuo a gabar os teus caracóis ao Tiago. se já és Linda... com os caracóis ainda mais :P

beti disse...

Tenho a certeza que sim! Admiro-te pelo que és... pela maneira como escreves...tão fácil de entender...pelo que sentes, pela maneira como caminhas na vida e eu...tenho a sorte de fazer parte dela! Sinto um orgulho imenso na minha menina! Amo-te!

Ana disse...

Muitos parabéns! Por mais um ano de risos, de praia, de varanda, de escrita e de jantares.

Por mais um ano de Vida.

beijinho grande*

Mar Arável disse...

Venham mais cinco

de cinco em cinco

aos pares

Bjs

Laura Ferreira disse...

Obrigada a todos. Um abraço apertado.

Arquivo