14/12/11

carta ao Pai Natal



Pai Natal,
Sou eu, a Lau.
Aqui vai a minha lista de pedidos para 2012. Não é muito.
Então:


Um ano de vida (pelo menos) para as minhas gatas (sendo que no próximo ano pedir-te-ei outro);
Muito palco, criatividade e noites bem dormidas.
Muito trabalho, livros, jantares e fins-de-semana.
Olhos bem abertos para ver o mar antes de vir trabalhar e para ler muitos livros.
Coração saudável para aguentar os filmes que me põem de rastos e os momentos que coleciono e que guardo na estante dos momentos, dentro de mim.
Uma agenda Molleskine preta (tamanho A4), mas embrulhada em plástico, para eu ter o prazer de desembrulhar.
Palavras para acabar o meu livro.
Mulheres que me inspirem para escrever (por isso preciso delas todas: as da família e as amigas..)
Uma garrafa de Moet & Chandon para a noite de passagem de ano.
As memórias que vão comigo de ano para ano, de todos aqueles que já não estão mas que me ajudam a ser o que sou hoje.
Os abraços (por mais, pelo menos, 20 anos) de todos os que amo. (tu sabes quem são, alguns estão no post do ano passado…); daqui a 20 anos peço-te mais.
Palavras faladas de todos aqueles que preciso para me apetecer tanto viver (tanto) todos os dias.
Palavras escritas (daquele que me faz sonhar).
Entretanto, amigos, amigos, amigos.
Música, paz, cafés em chávena fria, viagens grandes ou pequenas (não importa).
O cheiro e o colo da minha mãe. Os olhos nublados e o riso do meu pai.
Sol, praia, flores, tecidos, lápis, batôns, Martinis e 3C.
O não sei quê que lhe chame dos meus irmãos (Beti, Kiki, Tó, Rosi, Marisa, Sandra, Tiago, André, Zinha, PT, Paula, João Paixe).
E os laços apertados de todos os outros da família, todos, sem exceção.
E os nós indestrutíveis de alguns amigos (eles sabem quem são…)
Os leitores do meu Blog por mais um ano (que eu tanto aprecio e que já fazem tão parte dele)..
E vida. Para eu poder fazer felizes todos aqueles que gravitam à minha volta.
Vida para mim e vida para eles.

Não é pedir muito, pois não?

Sem comentários:

Arquivo