18/12/12

"Há dias em que todas as veias do meu corpo
o respirar, sinais, músculos, caracóis,
o visível e o invisível
o que sinto e o que já esqueci que senti
o que ainda sinto e o que esqueço, na maioria das vezes, que sinto:
- ruas de memórias, parques onde a nossa memoria ficou
musicas que retiveram um beijo
brindes que selaram o que não vai acontecer
perfumes de cores, mãos de livros e olhos de cinema –
tudo
tudo tudo
tudo tudo tudo isto
e ainda o resto.
Vai dar a ti."

1 comentário:

© Piedade Araújo Sol disse...

um belo poema para uma não menos bela foto.

beijo

;)

Arquivo