30/12/13

bom ano

eu quero um ano bom
um ano com coisas
coisas várias, palpáveis, abstratas, utópicas
chaladas, acriançadas, sérias
coisas que abanem, que deslumbrem, que abocanhem, que ceguem...
coisas que envolvam, que virem do avesso
que queimem que adormeçam.
coisas que marquem e que tatuem
coisas mornas, dormentes, iradas e compulsivas
coisas que cheguem e que fiquem.
coisas com letra grande e coisas com letra pequena
coisas com suor, suspiros, passadas e braçadas
coisas de cores esbatidas e coisas desenhadas a lápis.
coisas com virgulas, reticencias, parágrafos e metáforas
coisas ditas, caladas, adivinhadas, pensadas
coisas de mim e dos outros.
eu quero para mim estas coisas todas
e quero para os meus todas estas coisas.
eu quero, muito, todos os meus
e quero enchê-los de coisas.

28/12/13

chuva

- vai chover.
- vai tu.


27/12/13

quantas de mim

em quantas me sou e me visto e me dispo
em quantas muitas de mim ai tantas
que às vezes nem sei quem sou.

pirelli

Pirelli-vogue-14aug13-Patrick Demarchelier

tecido

vou propor que o coração passe a tecido.
para que encolha, recorte,
se tinja e se molde.

jason langer


24/12/13

feliz natal

Pai Natal:
Nāo tenho lata para te pedir nada este ano porque já tenho tudo o que me faz Feliz.
De qualquer forma e se te sobrarem pedidos, olha, espalha aí uns pozinhos de inspiraçāo, verdade, tolerância e discernimento.
Feliz Natal.

e dias há em que se vê por fora o que se sente por dentro.


21/12/13

i am

in the mood for red things.

A person’s tongue can give you the taste of his heart.
Ibn Qayyim Al-Jawziyyah

16/12/13

Lucien Clergue



hoje a minha cabeça tem asas.


assim

tenho a cabeça cheia de piano,
meninas pequenas
e pequenas coisas de menina.

12/12/13

eu trato os meus desejos por tu.


braços & pernas

ando, a braços,
com a vontade que as minhas pernas têm,
de ir.

10/12/13

my kind of blue

sim, tenho o teu azul vertido all over my place.
and in me.
 

apetecia-me

apetecia-me passar a tarde
a trocar cromos
a trocar os “bês”
e a brincar como se não houvesse amanhã.

faxabor

- faxabor ó pai natal, quero um moleskine de capa dura,
uns jimmy choo (podem ser da estação passada)
e um fim de semana em nyc para rever o "chicago". obrigadinha.

desculpem

desculpem
não responder aos vossos comentários.
mas ando a 1000.

06/12/13

imagens

tenho tantas imagens na minha cabeça, hoje,
que nem consigo escolher nenhuma para aqui por.

05/12/13

tanto que eu não te disse


noise

e quando a tua cabeça faz tanto barulho
que a tua gramática não para de gritar?

tentação

e deixei-nos cair em tentação
as vezes todas que for possível.
amén.

02/12/13


s

gosto do que me faz sentir
sábia
serena
e saciada.

30/11/13


“She is madness, sanity. She is hell, and paradise.”

ellen h.

janelas

Gosto de janelas.
Janelas de casas antigas.
Janelas de hotéis de charme.
Janelas de oportunidades.
Janelas de prédios altos.
Janelas de coração....
E gosto também e muito
Das janelas da minha casa-coração.

People

“I like people who dream or talk to themselves interminably;
I like them, for they are double. They are here and elsewhere.”

Albert Camus

29/11/13

a curta mais curta de sempre

 
sabes
virgula
gosto de ti
ponto final

28/11/13


a paz

está aqui.
num disco do bill evans,
no ronronar das gatas
na respiração do meu peito
nas paredes vermelhas da casa
nos conselhos sábios que andam a contornar o meu cérebro
no vestido das caras de meninas
no lápis afiado
no cigarro fininho
no quente do aquecedor
no cabelo acabado de lavar
num livro ainda não começado
no sabor dos 45
na delicadeza de um olhar
no "comigo" que me acompanha.
 
a paz tardou
mas enfim
veio.

26/11/13

pois....

I’m not really sure which parts of myself are real
and which parts are things I’ve gotten from books.
 
Beatrice Sparks
 
phot. by Jo Grabowski

o amor é vermelho e arde


noite

afago-me com música.
visto-me de verbos, consoantes e vogais.
perfumo-me com cinema.
 
e faço dos meus dias arte.

gosto de bocas que leiam como olhos


gosto de olhos que falem como bocas


GOSTO

gosto do que não conheço
e que se me afigura dar trabalho
(a conhecer).

23/11/13

o amor não precisa dizer-se em palavras


rio

o meu coração foi-se e eu rio
o meu coração abandonou o meu cérebro
o meu coração foi para Espanha e eu rio
porque há muito
muito tempo
que o meu coração não me fazia rir assim.

sábados

gosto de sábados com frio e com risos que vieram do dia anterior.

21/11/13

ando ando

ando meia tonta,
atabalhoada e bailarina,
a fazer coregrafias com a sombra do meu contentamento.


Arquivo