19/02/13

ideias que se somem

Tenho que começar a dormir com um caderno e uma caneta.
Há ideias que tenho quando estou prestes a adormecer e que depois se escapam.
Podiam ficar arrumadinhas nas estrelas do teto ou numa janelinha do vinil.
Mas não. Somem-se para parte incerta.
Não sei algum dia voltam.
Porque será que esta frase é recorrente, nos últimos tempos da minha vida?

6 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

oh pá
também me acontece isso e muitas vezes
e depois não me lembro nem consigo coordenar as frases que me ocorrem

grrrr

:)

Laura Ferreira disse...

eh eh

Luis Eme disse...

é recorrente mesmo. :)

e lá se vão as ideias que pensávamos boas...

:))

Laura Ferreira disse...

podes crer, Luis... :)

às vezes é um drama..

Luis Rodrigues disse...

E quando as conseguimos guardar e se perdem na mesma?

Quando a ideia que a meio do sono parecia brilhante, no dia seguinte de manhã afinal...

Laura Ferreira disse...

Também acontece, sim. :)

Arquivo