21/02/13

Uma música que me faz querer voltar aos palcos, tanto, tanto.


E deixar-me lá a namorar com a minha sombra.
E ficar-me lá a dizer texto para os projetores de recorte.
E abandonar-me ao pó à madeira do chão ao cheiro a figurinos.
E morrer-me aos bocadinhos em cada personagem.
E ressuscitar outra vez. E recomeçar tudo outra vez.
Porque o Teatro é morrer de cada vez que se acaba.
E nascer de cada vez que se começa.

I loves you Porgy, de Keith Jarrett.

2 comentários:

Luis Eme disse...

que declaração de Amor, ao Teatro!!

Laura Ferreira disse...

:) podes crer, Luis.
Como eu amo o meu Teatro.

Arquivo