21/03/13

até ao dia em que a vemos

Sempre lá esteve. Mas nós nunca vimos.
Depois há um dia que vemos.
Aqueles dias que deixam cair uma pelicula que esconde realidades.
E depois vemos, então, a coisa.
E fazemos um esgar de espanto e deixamo-nos ali ficar a adorar a coisa.
E depois comentamos com vizinhos colegas de trabalho familiares estranhos
Ah sabes e tal eu nunca tinha reparado porque a gente anda tão coisa, sabes como é,
mas quando me dei conta até fiquei meia coisa.
Porque a coisa sempre esteve lá. Nós nunca a vimos.
Até ao dia em que a vemos.

Sem comentários:

Arquivo