16/04/13

a gramática do amor

phot. by Egor Shapovalov

Uma vírgula em forma de beijo.
Um ponto final como um entrelaçar de mãos.
Um parágrafo com dois olhos.
Uma metáfora suspirada, suada e sentida.
Verbos, beijos, beijos e verbos.
O meu reino, a minha gramatica e as minhas palavras.
... Por um grama do teu amor.

5 comentários:

Luis Rodrigues disse...

nestas alturas compreendo os masoquistas, compreendo o desejo de sofrer

há algo mais intenso e mais forte que tudo, que as gramáticas, os verbos e os beijos

Luis Rodrigues disse...

mas não sei o que é

Mar Arável disse...

Eu pestanejo

como uma vírgula

© Piedade Araújo Sol disse...

eu queria não uma grama
eu queria tudo
mesmo que tudo fosse um único beijo

:)

Laura Ferreira disse...

há muito mais, sim, Luis...


Mar Arável, eu ri-me como um parêntesis...



há dias em que me chegava uma grama, Piedade...

Arquivo