12/07/13

irmãos

Os irmãos são o despertador do nosso coração.


São o fio do cabelo que nunca cai.

São o dedo da nossa mão, aquele que é mais preciso.

Os irmãos acabam as nossas palavras e começam as nossas conversas.

Os irmãos comungam da nossa alma e estão... tatuados na nossa pele.

Os irmãos somos nós, ao avesso, de pernas para o ar.

A rir, a chorar, a resmungar, a gargalhar, a fungar, a bater palmas ou a correr desenfreadamente na relva.

Os irmãos são assim.

Porque são, tão somente, um prolongamento da nossa vida.


Sem comentários:

Arquivo