17/07/13

shut your mouth


E de repente faz-se silêncio. Um silêncio enorme, cheio e feliz.
E de repente, a boca dela transforma-se em papel.
E de repente, a língua dela é corretor; os dentes - lápis.
E em segundos, ela escreve um livro - só com um simples mastigar.
E em silêncio, ele diz-lhe, que aquele é o livro mais bonito que ela já escreveu.

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e o livro mais belo que ele já leu...

;)

Laura Ferreira disse...

decerto, Piedade :)

beijinho

Arquivo