09/07/13

zás


e quando de repente zás aparece-nos vindo não se sabe de onde
nem muito bem porquê e zás
fica-se assim meio meio qualquer coisa.

gosto muito. desses estados de espírito meio meio
qualquer coisa grande qualquer coisa pequena
mas qualquer coisa que mexe.

1 comentário:

je suis...noir disse...

É bom quando não é "zás pás"!

Arquivo