05/08/13

escreverei até que a gramática me doa.

2 comentários:

Xilre disse...

Não é sempre a gramática dolorosa, espartilhando a linguagem, sujeitando-a, como o cântaro molda a água?

Boa tarde! :)

Laura Ferreira disse...

ainda bem que é assim.. :)

Arquivo