02/09/13

apetecia-me

escrever uma história de amor
estupidamente ridícula mas forte e eterna
e meter-me lá dentro
com armas e bagagens.

1 comentário:

Arquivo