29/10/13

eu preferia

eu preferia
um daqueles caminhos impensáveis
onde tudo te acontece
(onte até te aparece o coelho da Alice)
onde há cinema noir a sair das gavetas
e onde há música a palmilhar a estrada....

onde o normal se trinca com os dentes
e o fabuloso se esgadanha com a vontade.
eu sou assim.
uma rapariga de cinema, dentes e vontades.

Sem comentários:

Arquivo