17/01/14

espero-te lá naquele sítio
aquele sitio pequeno
onde se funde o sono e o limbo
onde os verbos se conjugam sem tempo
onde se dão passos parados e onde se dança deitado
onde as bocas se encontram para um encontro marcado há muito...
aquele sitio onde as vogais se apertam entre mãos
e as mãos se enternecem entre pássaros.
aquele sitio feito de mar, murmúrios e laços.
aquele sitio feito de nós.

Sem comentários:

Arquivo