22/02/14

dialog

Dialog, 1977, Rudolf Bonviee 

lia-lhe, acurada e repetidamente, a pele,
entre histórias de olhos , prólogos de boca;
enquanto isso as mãos desenhavam capítulos
enquanto isso 
a terra à volta deles era uma eterna folha de papel
  1. em branco.

1 comentário:

Tétisq disse...

Uma folha em branco é cheia de possibilidades.

Arquivo