08/05/14

a tarde e o tempo

podemos sempre passar a tarde
naquele bocadinho de memória
em que o tempo se faz de pele
e as palavras se transformam em mãos.
 

Sem comentários:

Arquivo