30/07/14

anda Lauzinha



anda Lauzinha
deixa-te cair no incomensurável
abismo das coisas impossíveis.

Sem comentários:

Arquivo