24/10/14

hei-de hei-de



hei-de tecer uma história
com fios de sol e cerejeiras
dias salpicados com riso
chuva só de quando em vez
meninos e meninas
arte para todos
jardins e cães
seres humanos  honestos
gatos em janelas de casas felizes
decisões justas
música a escorrer nas ruas
valores morais
post its com poemas nas paredes
verdade e consequências
e depois
depois de tudo isto conseguido
meto tudo isto
num envelope
e mando o envelope
endereçado, sem possibilidade de retorno
com entrega e implementação obrigatórios.

à humanidade.

Sem comentários:

Arquivo