18/11/14

eu Laura me confesso

que me apeteceia iniciar uma revolução no meu peito
uma guerra na minha cabeça
e uma refoma na minha casa.

4 comentários:

Eros disse...

Que nada te detenha!

Luis Eme disse...

força!

Graça Sampaio disse...

Por mim, preferia começar uma revolução no país... mas tal como tu, Laura, sinto não ser fácil...

Boas mudanças!

Mar Arável disse...

Nunca se arrependa

Arquivo