29/09/15

dos lápis


Agora ando com a mania de escrever coisas de trabalho a azul e coisas de mim a preto.
A lápis é que nada. Ando meia amuada com os lápis.
Às vezes arrepiam-me a arranhar o papel.
Às vezes roo-os e depois fico irritada porque já não parecem novos.
Às vezes deixo-os cair e temo que se magoem.
Tenho uma relação difícil com alguns lápis.
Com outros não lhes ligo pevide.
Não tenho nenhum especial porque ainda não encontrei algum especial.
Quando isso acontecer colocá-lo-ei, em lugar de destaque, no museu dos lápis lá de casa.

Sem comentários:

Arquivo