04/11/15

dúvida existencial

não sei que faça aos milhares de pequeninos fragmentos de ti
que moram no meu corpo, em forma de saudade.

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

Ui, que frase tão bonita!! Adoro! Vou copiar e guardar. Obrigada.

Beijinho.

Maria Eu disse...

São tramados, os pedaços mais pequenos. Infiltram-se em profundidade!

Beijos, Laura. :)

Arquivo