03/01/16

ano novo

lá fora chove sem piedade.
aqui dentro faz quente. aqui dentro faz gente.
nos primeiros dias do ano tenho tendência para fazer balanços.
balanços de todo o género. financeiro, emocional, social.
já fiz todos eles em silêncio. agora detenho-me a arrumar as gavetinhas das coisas que ficaram desarrumadas, quando 2015 me deixou.
sou assim, um nadinha desarrumada.
mas com uma vonatde enorme de revolver, desconstruir e resolver.

5 comentários:

Imprópriaparaconsumo disse...

Talvez o caos e a desarrumação sejam necessários para encontrar o caminho.
:)
Um beijo Laura

Laura Ferreira disse...

faz parte da vida, mesmo :)

um beijinho e bom ano!

luisa disse...

Também teria algumas coisas para arrumar mas o novo ano ainda não me inspirou para essa tarefa.
Bom Ano!

Isabel Pires disse...

A nível pessoal não faço balanços anuais. Apenas faço os que as obrigações profissionais me impõem..
E não faço esses balanços porque entendo não me acrescentarem grande coisa, até porque 365 ou 366 dias são uma ninharia na minha vida. Procuro fazer aferições diárias ou mais calculadas quando é necessário tomar uma decisão.

Laura Ferreira disse...

Luisa, isso ainda vai acontecer :) Bom Ano!

Isabel, fazes muitíssimo bem. Eu também os vou fazendo, melhor ou pior, ao longo do ano.

Arquivo