20/01/16

o sítio onde almoço (quase) todos os dias

parece a copa de uma casa de família, onde todos se cumprimentam, todos se sorriem, todos  envelhecem.
há pelo menos 15 anos que lá almoço, (quase) todos os dias da semana.
vou acompanhando penteados, peso, pele, voz, corpo.
vou testemunhando tristezas veladas e sorrisos francos
vou atestando desaparecimentos e saudando vidas.

o sitio onde almoço (quase) todos os dias
faz-me sentir acompanhada mesmo que me sente sozinha
e tem
tem uma cantiga inaudível de companhia instalada
de familiaridade construída.

o sitio onde almoço (quase) todos os dias
tem (quase) todos os dias
uma importante parte de mim.


5 comentários:

No Meu Quarto Andar Sem Cave disse...

Sabes tenho um sítio que vou trabalhar para Foz, há anos, consigo almoçar, trabalhar lá, sozinha e estou na perfeição. É um pouco assim, toda a gente me conhece e fala comigo. Acho que nos dá um certo conforto, é um sozinho acompanhado :)

Beijinho :)

Mar Arável disse...

A vida é feita de pequenos instantes

Manel Mau-Tempo disse...

é mais poético do que possa parecer... gostei pra lá de tanto, só uma pergunta se me permite, qual foi o almoço?

Laura Ferreira disse...

Vizinha do 4º,é mesmo isso, um sozinho acompanhado :)


É sim, Mar :)


Manel,uma carne no forno com esparregado e batatas com casca, também no forno. :)

Beatrice Mar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Arquivo