19/04/16

"A Lancheira", de Ritesh Batra


Pois não resisti e rendi-me à Netflix.
Em parte porque queria ver “The house of cards” e em parte porque queria ver outras tantas coisas.
Estreei-me com um filme delicioso, realizado pelo estreante Ritesh Batra, “A Lancheira”.
Filme passado na cidade de Bombaim que nos mostra de uma forma alucinante e vertigonosa, a atividade dos "dabbawalas" (comunidade de mais de cinco mil entregadores de "dabbas" - lancheiras).
“Eles levam aos escritórios as refeições quentes vindas das cozinhas das donas de casa e regressam mais tarde com elas vazias para as devolver às respectivas casas. É uma profissão hereditária e a entrega é feita por analfabetos que usam um complexo sistema de código de cores e símbolos para as entregar aos seus devidos donos. Um estudo da Universidade de Harvard, nos EUA, demonstrou que apenas uma em cada quatro milhões de lancheiras é extraviada e entregue na morada errada.”

A história segue pois através de Ila e Saajan. Este ultimo recebe, por engano, a lancheira que era destinada ao marido da primeira.
Segue-se um bilhete com um pedido de desculpas e segue-se depois uma história muito bem filmada e desenvolvida, onde moram sonhos, esperança e uma mágoa, contida, que enternece e confronta.

Gostei. Recomendo.

4 comentários:

Carla disse...

Vi o filme no Verão - estava a passar depois do almoço, num dos TV Cine.
Quando dei por ela, já era hora do lanche. Há filmes assim. :)

Cadinho RoCo disse...

Sensação de ser um belo filme.
Cadinho RoCo

Laura Ferreira disse...

pois há Carla, mesmo :)

Laura Ferreira disse...

Cadinho, é muito bonito, sim :)

Arquivo