02/05/16

dança

fui ver dança. há tanto tempo que não o fazia...
em cena, ARINGA ROSSA de Ambra Senatore - CCN de Nantes.
um espectáculo sobre um quotidiano imaginário, utópico ou não.
a deriva dos sonhos, das tarefas monótonas, dos sentimentos unos ou desencontrados.
"Nove indivíduos unidos numa comunidade, por acaso ou por necessidade".

gostei muito da luz do espectáculo.
gostei dos intérpretes (sim intérpretes - bailarinos / atores),
gostei da roupa (bocados de uns nos outros).
gostei da música, dos ruídos, dos silêncios e dos barulhos dos corpos.
gostei da efemeridade de certos momentos e do surrealismo de outros.
gostei.
gostei de ver (rever) que a arte, hoje, se multiplica em diferentes diálogos e diferentes registos
e que as fronteiras das várias expressões artísticas às vezes se fundem.

(só não gostei nada, mesmo nada, de ver gente a sair da sala.
a meio de uma cena, em silêncio.)

a educação cívica devia ser uma disciplina obrigatória.



6 comentários:

Isabel Pires disse...

Ah, boa... Integra o Festival DDD - Dias da Dança.
Pelo que referiste, gosto desse tipo de espectáculos que têm (ou tentam) uma fusão de estilos.
No sábado também conto ir ver dança.
Beijo, Laura

Luis Eme disse...

E mais ainda, Laura.

Deviam educar-se as pessoas sobre as múltiplas culturas que nos cercam, e sobre o respeito que merecem os artistas.

Laura Ferreira disse...

boa, Isabel, depois conta-nos o que viste :)

Laura Ferreira disse...

mesmo, Luís.
fico tão feliz quando vejo uma sala de espectáculos cheia... foi o caso.

Castiel disse...

É uma das expressões mais bonitas, a Dança. :)

Laura Ferreira disse...

É sim, Castiel... :)

Arquivo