18/05/16

pessoas não simpáticas e a minha comichão no nariz


Pessoas simpáticas há em todo o lado. Não simpáticas também.
Tenho alguma dificuldade em lidar com pessoas não simpáticas, que estão em cargos de atendimento ao público. Reconheço-lhes o tom, a metros de distância. Devem emanar uma qualquer espécie de odor que, certeiro, me invade as narinas e o sistema nervoso central.
Quando me abeiro delas ainda lhes dou uma hipótese. Faço a pergunta que me leva lá, simpaticamente. E elas respondem-me, não simpaticamente.
Pronto, borram a escrita. Sinto comichão no nariz, nervoso miúdo nas pontas dos dedos das mãos e umas quantas palavras e frases assomam à ponta da língua, prestes a despenhar-se com elegância do patamar mais alto da minha educação.
A partir daí, o diálogo resume-se unicamente ao objetivo da minha visita; nada mais. Frases curtas da minha parte com tom de “teatro”; respostas secas do ser não simpático. Levanto a sobrancelha e abano o cabelo; a pessoa não simpática responde com enjoo e ainda por cima não me olha nos olhos. Ficamos ali em silêncio enquanto sou atendida.
No fim digo obrigada. Ela acena com a cabeça zangada.
Viro as costas, depois do atendimento, e retorno ao meu destino ainda engasgada com a irritação.
Ao contrário, se forem pessoas simpáticas, a coisa é bem diferente.
Já tive conversas surpreendentes com a menina da Nespresso, com a menina da loja de produtos de cabeleireiro e com o cabeleireiro de calças ao fundo do rabo com sotaque portuense e língua afiada.
Danço conforme a música que me dão.
Sendo certo que, sendo simpáticos, sou capaz de ficar até ao fim da festa.

11 comentários:

Isabel Pires disse...

Laura, o que referes é mais grave que antipatia. Aliás, nem é antipatia.
Trata-se de falta de profissionalismos, pois, são pessoas que não conhecem ou não aplicam as regras de atendimento ao público. Para o caso, nem interessa nada se cultivam a simpatia. Mas interessa que cumpram os deveres profissionais.

Depois, se para além de fazer um bom atendimento ao público, a pessoa também for simpática, tanto melhor.

Se eu te deixar um beijo, achas-me simpática? :))

Graça Sampaio disse...

Como te compreendo!!! Gentinha execrável!!

luisa disse...

Também não gosto de pessoas "não simpáticas". Mas gostei de ler "não simpáticas" em vez de antipáticas. :)

Teresa Borges do Canto disse...

Também gosto disso, de ficar até ao fim da festa. :)

Laura Ferreira disse...

Isabel, acho sim e muito simpática :)
outro para ti, repenicadinho!

Laura Ferreira disse...

Beijinho Graça :)

Laura Ferreira disse...

Luísa, pois. Não gosto muito dessa palavra :)

Laura Ferreira disse...

Teresa, eu sempre que posso, fico!

Tétisq disse...

Pessoas não simpáticas fazem-me perder a simpatia.

Laura Ferreira disse...

Tétisq, também a mim...
e dão-me comichão no nariz :)

No Meu Quarto Andar Sem Cave disse...

Acho sempre que temos a opção em sermos ou não simpáticas. Escolher simpatia é bem mais fácil e só traz bons retornos :)

Beijinhos

Arquivo