22/09/16

sempre que o meu namorado faz anos




sempre que o meu namorado faz anos
regozijam-se milhões de estrelas no céu da nossa casa e no céu das nossas bocas.
sempre que o meu namorado faz anos
deleito-me a desfiar as suas idades
impressas no seu corpo jovem e elegante
nas mãos de trabalho e criação
nas palavras atentas, assertivas e amorosas.
sempre que o meu namorado faz anos
torno-me ainda mais um bocadinho mais dele
e apetece-me escrever coisas assim:
poéticas, papalvas, em ponto de pé-de-meia
entusiasmadas, eufemísticas, embriagadas,
metafóricas, muitas, misturadas.
- porque o meu namorado quando faz anos -
faz-me ficar assim.

parabéns meu (Grande) amor Nuno.

4 comentários:

Isabel Pires disse...

Parabéns ao Nuno, pois então!

Laura, e se explicasses como é o ponto pé-de-meia? É coisa de costura ou aqueles pontos dos molhos, doces...?

conta corrente disse...

Parabéns então :)

Realmente em ponto pé-de-meia é o quê?

Graça Sampaio disse...

Que sorte que tem o Nuno!!!

Beijinhos de parabéns para ambos.

Jaime Portela disse...

Parabéns ao Nuno.
E a ti, por este maravilhoso poema.
Laura, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Arquivo