28/11/16

o escuro dos dias

são poucos aqueles que me conhecem a cor.
há dias de escuro, há dias de branco, cinzento.
dias de cores alegres ou de cores esfumadas.

hoje estou num desses dias - escuro. sem olhos. sem saliva na boca.
sem quente da pele. apenas sombras sem contornos definidos.
dias em que nem tudo corre como queremos ou esperamos.
dias em que a serenidade se transformou num  mar mais agitado, com bandeira amarela.
dias em que o vento despenteia e a areia dói, de encontro ao corpo.

mas, mesmo assim,
dias em que não deixarei de ir à praia.

10 comentários:

conta corrente disse...

Dias que se arrastam... na certeza de que o amanhã só vai melhorar.

Vais ver :)

ana disse...

posso fazer companhia?

Miss Smile disse...

Um chá quentinho opera milagres! Estão todos convidados.
A primeira rodada é por minha conta :)

Um beijinho, doce Laura

Alaska disse...

Eu sou do campo, mas gosto de praias silenciosas, em dias escuros.

Posso ir contigo? Talvez partilhar o conforto de um silêncio enquanto vemos a noite cair.

Miss Smile, obrigada. Traga, sim, o seu chá, para nos aquecer o coração. Eu também preciso. :)

Deixo-te um beijo, Laura. :)

Manel Mau-Tempo disse...

podias ter-me levado contigo, num bolso :)

Laura Ferreira disse...

melhorou sim, CC :)

Laura Ferreira disse...

Ana, podes sempre :)

Laura Ferreira disse...

Miss Smile e eu levo bolinhos :)

Laura Ferreira disse...

Alaska, vamos sim. O silêncio também é uma boa companhia.
E com o Chá da Miss Smile, será perfeito :)

outro doce, para ti :)

Laura Ferreira disse...

M M-T cabe toda a gente :)
bora lá

Arquivo