15/12/16

tenho uma mão

tenho uma mão que às vezes me foge para a boca.
tenho uma mão que tem vida própria e que sente com sentir verdadeiro.
tenho uma mão que se engasga com coisas tristes e que vibra com a alegria das mãos conhecidas.
tenho uma mão-casa para as minhas coisas mais pequenas.
tenho uma mão que os que souberem levar, levam sempre que quiserem.
tenho uma mão com rugas, sinais do tempo, às vezes áspera, às vezes doce.

tenho uma mão que conhece todos os recantos do meu ser.
e que quando for grande apenas quer ser muito feliz.

8 comentários:

Impontual disse...

Mãos que albergam memórias e gritam quando necessário: não vou! não quero!

Graça Sampaio disse...

Felicidades para quando essa mão for grande. Porque agora já é bem feliz!

Beijinhos, mão.

Isabel Pires disse...

Laura, e como gosto da tua mão!

Miss Smile disse...

As tuas mãos sabem contar historias :)

Laura Ferreira disse...

Impontual, assim tento que sejam as minhas duas mãos. :)

Laura Ferreira disse...

Graça, a minha mão agradece e sopra-te um grande beijinho :)

Laura Ferreira disse...

Isabel, e como eu gosto que tu estejas aqui!

(as minhas mãos têm uma enorme admiração por ti)

Laura Ferreira disse...

Miss Smile, eu gostava que as minhas mãos fossem feitas de pele e histórias :)

Arquivo