21/12/16

youth

phot. sally mann

tapo-me com cobertores de férias e mantas de abraços.
nos pés ponho calor de paredes cheias de retratos
e nas mãos visto luvas de álbuns de retratos.
embriago-me com a surdina da familiaridade das conversas
e desenho no escuro uma família coesa, inabalável e feliz.

o frio que hoje faz é uma pintura do lado de fora da janela do meu quarto.

6 comentários:

ana disse...

quase que fico com inveja :)
que bom, Laura!

Moonchild disse...

Tempos assim são de ouro! Raros!

bom dia Laura

Manel Mau-Tempo disse...

lembras um quadro de Klimt

Laura Ferreira disse...

Ana, estes tempos são longínquos.
mas continuam sempre na minha memória. :)

Laura Ferreira disse...

olá Moonchid.
são raros e deviam ser sempre preservados :)

Laura Ferreira disse...

M M-T gosto tanto do Klimt :)

Arquivo