02/01/17

Portugal

foi esta a fotografia (de rafael marchante ) escolhida pela Reuters para representar Portugal na sua mega galeria.

o local é na praia do norte, na Nazaré, através do qual Portugal passou a fazer parte da rede mundial do surf de grandes ondas.

(as cadeiras fazem-me recuar à infância)

14 comentários:

deep disse...

Ocorre-me Pessoa:

«Fita, com olhar esfíngico e fatal,
O Ocidente, futuro do passado.

O rosto com que fita é Portugal.» ("O dos castelos", Mensagem)

Uma foto bonita, Laura. Um ano muito bom! :)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, maravilhosa foto bem enquadrada, o simples normalmente é o mais belo.
Feliz 2017

Moonchild disse...

Mas fazem mesmo :P (e olha que ainda dormi lá uns sonos nelas)


bom ano

:)

luisa disse...

Boa escolha. :)

Graça Pires disse...

Acho que a escolha foi boa. Afinal eu também gostava de estar sentada numa daquelas cadeiras olhando para o mar...
Que 2017 seja um ano muito abençoado.
Beijo, Laura.

Laura Ferreira disse...

Deep, Pessoa ilustraria bem esta imagem, sim. Tem tudo a ver.
Beijinho e bom ano :)

Laura Ferreira disse...

ESUA, um ótimo ano!

e sim, o mais simples também é quase sempre o mais belo.

Laura Ferreira disse...

Moonchild, também! Tantos livrinhos que li sentada nessas cadeiras :)

Feliz 2017

Laura Ferreira disse...

Luísa, o nosso país tem destas coisas pequenas e maravilhosas.
Neste caso, a contrastar com a magnificência das ondas :)

Laura Ferreira disse...

Graça, também não me importava nada e de preferência com surfistas a domar as ondas :)

Feliz 2017

Gaja Maria disse...

Uma foto que retrata muito bem os portugueses, sem dúvida :)

Laura Ferreira disse...

GM, sem dúvida. :)

uma boa noite

Alaska disse...

ontem, sabes, vi um pacote de bolachas Maria numa prateleira de um supermercado, aqui, em Inglaterra, nem imaginas a minha felicidade. agarrei-me logo a elas. é um país bonito, o nosso. :)

deixo-te um beijo no coração, Laura. :)

Laura Ferreira disse...

imagino, Alaska. ainda por cima quem está longe deve sentir muita falta.
e sim, é um País de tesouros...

um beijo no teu

Arquivo