04/04/17

can i see?

collage by Ernesto Artillo


Não vejo nada.
Nunca verei nada.
Não posso querer ver nada.
À parte isso, tenho em mim todos os olhos do mundo.

Arquivo