13/09/17

Si on disait en français, serait-il plus beau?

phot. Annelies de Mey



Que te digo eu?
Diz-me tu primeiro.
Ou dizemos ao mesmo tempo.
Ontem fiquei à espera que dissesses.
Também vi no teu rosto e no nervoso de um dos dedos da mão que esperavas que eu dissesse.
Fui deitar-me a pensar porque é que não disse.
Adormeceste a pensar porque é que não disseste?
E hoje, que fazemos?
Dizemos?
Dizes tu ou digo eu?



Se disséssemos em francês seria mais bonito?

30 comentários:

Olvido disse...

Em italiano seria de certeza mais bonito... ou então na língua dos olhares, ou das mãos, dos silêncios que falam línguas luminosas :)))... fora isso, português serve bem, desde que se queira realmente dizer, de alguma forma sairá, nem que seja escrito no verso dum dia por dizer.
Está lindo, Laura :)

luisa disse...

Até não dizendo ficou bonito. Fará dizendo... Et en français, pourquoi pas? :)

Os olhares da Gracinha! disse...

Dizemos juntos que ...gostamos! Bj

Graça Sampaio disse...

Oh pá... decidam-se! :)))

Cidália Ferreira disse...

Hummm Postagem sublime! Amei

Beijinhos

Andreia Morais disse...

Quantas coisas ficam por dizer por esperarmos que seja o outro a tomar a iniciativa?

r: Fico tão contente por ler isso *.*

Vânia disse...

Só prefere italiano ao francês quem nunca viveu em Itália. A histeria cantigueira da língua chega a irritar.

Sobre a delícia francófona, basta reparar como não há uma bela e condizente substituta para a palavra 'Ménage' :)))

Ricardo Santos disse...

Acho que ficaria bonito em francês, mas não obrigatoriamente mais bonito que em português, ou em italiano !!!

Rui disse...

Quanto se fica a perder, tantas vezes, por não se dizer o que se sente, ou o que se tem para dizer e não se diz !!!
E quantas vezes,... se faz tarde demais ! ...

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, a indecisão é inimiga, muitas coisas ficam por dizer ou ouvir o que desejamos, rodear também não resolve, o melhor é abrir a boca e lá vai, dizer tudo de uma só vez.
Feliz fim de semana,
AG

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, a indecisão é inimiga, muitas coisas ficam por dizer ou ouvir o que desejamos, rodear também não resolve, o melhor é abrir a boca e lá vai, dizer tudo de uma só vez.
Feliz fim de semana,
AG

Mar Arável disse...

... se falassem por gestos
tudo seria mais simples

Laura Ferreira disse...

Olvido, gosto disso, do escrever no verso dos dias :)

Laura Ferreira disse...

Luísa, às vezes dá-me para o francês. :)

Laura Ferreira disse...

Graça, dizemos pois :) obrigada

Laura Ferreira disse...

Graça, já me decidi e já disse :)

Laura Ferreira disse...

obrigada, Cidália :)

Laura Ferreira disse...

Andreia, é bem verdade :)

Laura Ferreira disse...

Vânia, o francês leva-me sempre à Deneuve :)

Laura Ferreira disse...

Ricardo, em qualquer idioma fica bem, dizer-se o que se quer :)

Laura Ferreira disse...

Rui, é por isso que digo quase sempre :)

Laura Ferreira disse...

AG, é, a indecisão às vezes não ajuda nada, não :)
bom fds

AFRODITE disse...


Quando o gesto é tudo... palavras para quê?
O pior é quando a comunicação falta em todas as vias!

Lindíssimo o que escreveste... e um excelente momento de reflexão.

Beijinhos (naquela cor de baton que te fica tão bem)
(^^)

CCF disse...

Poderia tê-lo escrito, de tal modo já senti igualizinho.
~CC~

Rui disse...

Laura ! Ainda a tempo, deixa-me acrescentar nesTe post uma citação de Gandhi, que ficará aqui muito bem .

"Aquilo que não dizemos acumula-se no corpo, transformando-se em noites sem dormir, nós na garganta, nostalgia, dúvidas, insatisfação e tristeza.
O que não dizemos não morre ... MATA-NOS."

BEIJO E BOM FIM DE SEMANA :)

Victor Barão disse...

Fantástica a sequência discursiva/reflexiva.
Se me é permitida a personalização, no meu caso até falo pouco, do mal o menos que escrevo muito(!) _ bem sei que não é a mesma coisa, mas lá vou dizendo, ao menos, o que em parte cabe dizer por via da escrita!
A foto, fantástica, a condizer...
É sempre uma bênção passar por aqui
Abraço

Laura Ferreira disse...

Afrodite, muito obrigada :)

um beijinho para ti

Laura Ferreira disse...

CC, provavelmente já todos sentimos o mesmo :)

Laura Ferreira disse...

Rui, obrigada pela partilha :)

Laura Ferreira disse...

Vitor, às vezes a escrever diz-me muito mais :)

Arquivo