10/10/17

De profundis, confusão lenta

phot. Thomas Laisne



Há noites em que a minha cabeça trabalha mais do que o meu corpo de dia.
Tudo se junta, nos sonhos. A Madame do conto do Guy de Maupassant, os espargos biológicos que encomendei ao meu sobrinho, as botas pequenas com bordados pequenos e vistosos e coloridos, que não me servem.
Depois, o que se junta, forma uma amálgama uniforme e sucosa, que se converte depois num enorme colchão, que se multiplica ainda num infindável lençol que me acolhe e me arrebata e me embala e me conserva.
Destilo. Regurgito. Sonho. Esmoreço.
Tremem-me os olhos num tremido nervoso de Catalunha.
Num esgar de politiquices escusadas.
Num respirar profundo de futebol.

Acordo estafada. Com um “ai” ainda rouco de tanta atividade, preso à entrada da língua silenciosa.
Levanto-me com a sensação de ter dormido em 5 minutos.
Cubro a cama com o lençol normal.

Tudo o que se junta, nos sonhos, continuará ali, à minha espera, para o sonho seguinte.

18 comentários:

Isabel Pires disse...

Laura, essas botas não são da G.... Adivinha? :)
Fizeram sapatos-sandália de veludo com flores bordados e eu comprei um par.

Como é raro dormir mais de quatro horas, não há muito espaço para essa ebulição.

Impontual disse...

Que bem que a Laura recitou Vinicius!

De manhã escureço
De dia tardo
De tarde anoiteço
De noite... ardo.


Cidália Ferreira disse...

Fantástico texto, emoldurado de uma belíssima imagem! Amei

Beijinhos

Andreia Morais disse...

Como diz a minha mãe, às vezes acordo mais cansada do que aquilo que me deito.

Victor Barão disse...

um excelente relato de noites (adormecer, sonhar e despertar) que imagino dalguma forma e em algum momento nos são comuns a (quase) toda/os, ainda que nem todos saibamos sequer de perto descrever tão bem assim!
Que mais excelente relato ainda se quanto fazendo alusão a realidades "politiqueiras" bem despertas como parte dum (pré) pesadelo diurno e nocturno!
Gostei muito, parabéns

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, acumulação do mal resolvido ou para resolver tem os seus efeitos, causa mal dormir, aconteceu comigo, acontece com a maioria das pessoas, como resolver? também acordava cansado com dores de pernas, parecia que tinha corrido a maratona, certo é que me passou naturalmente, acordo é sempre com muita vontade de continuar a dormir.
O texto está bem conseguido, é perfeito.
Continuação de boa semana,
AG

Marta Martins disse...

Ultimamente tem acontecido o mesmo comigo parece que já acordo cansada, tenho andado a fazer pequenas alterações na rotina como reduzir a ingestão de cafeína para ver se a coisa melhora.

luisa disse...

Que sono movimentado... :)

Gaja Maria disse...

Ai os sonhos que trazem à tona tanto do que achamos não dar importância..

Laura Ferreira disse...

Isabel, comprei aquelas botas há muitos anos e adorava-as.
dei-as ontem, a uma das minhas sobrinhas.
fico contente porque ficaram em "família" :)

Laura Ferreira disse...

Impontual, gosto muito deste poema pequeno do Vinicius.
como gosto de quase tudo, dele :)

Laura Ferreira disse...

Cidália, obrigada :)

Laura Ferreira disse...

Andreia, a minha também diz isso :)
com o avançar da idade dorme-se cada vez menos.

Laura Ferreira disse...

Vitor, gosto sempre muito de ler os seus comentários :)
muito obrigada

Laura Ferreira disse...

AG, ainda por cima se conseguíssemos resolver algumas coisas, era tempo ganho :)
obrigada e uma boa semana também

Laura Ferreira disse...

Marta, já eliminei o café à noite. só mesmo ao fim de semana

Laura Ferreira disse...

Luísa, quando acordei parece que me tinha passado um comboio em cima!

Laura Ferreira disse...

GM, os sonhos conseguem ser implacáveis de reveladores...

Arquivo