01/11/17

para lá do lá

phot. noell oszvald

para lá do ali e do lá e do onde.
onde se confunde o agora com o que se espera
onde se amealham instantes e se arremessam vontades.

nesse exacto pedaço de tempo inequívoco
em que sou tudo
mesmo aquilo que não posso ser.

12 comentários:

Andreia Morais disse...

Podemos ser tudo, no lado de lá onde moram os nossos sonhos.
Adorei *.*

r: Muito obrigada!

Gaja Maria disse...

Somos tudo e não somos nada, depende da perspetiva. Boa Noite :)

Manu disse...

Do lado de cá sabemos o que somos, do lado de lá há sempre uma incógnita
Adorei as tuas palavras

Vânia disse...

Há tantos nós dentro de nós.

Os olhares da Gracinha! disse...

E ser o que não se pode ser prá`lém de ... não é nada fácil!!!bj

Laura Ferreira disse...

Andreia até podemos ser aquilo que não somos :)

Laura Ferreira disse...

GM, e somos pequenos nadas de grandes tudos :)

Laura Ferreira disse...

Manu também gostei das tuas :)

Laura Ferreira disse...

Vânia, que bonito!

Laura Ferreira disse...

Graça, pois não, é bem difícil!

Cidália Ferreira disse...

Maravilhosa postagem!

Beijos e uma excelente semana

Laura Ferreira disse...

bom fds Cidália :)

Arquivo