04/03/18

and the Oscar goes to...


Há coisas que mudamos, na vida, não porque queremos mas porque a tal somos obrigados.
A vida e as obrigações e as responsabilidades mudam-nos hábitos e ditam-nos regras.
Óscares. A noite dos Óscares.
Nos meus tempos de adolescente, era uma noite em tudo similar, em termos de emoção, ao Festival Eurovisão da Canção, aos dias em que recebia os LPs de MPB que o Sr. Bordalo me trazia do Brasil ou ao primeiro dia de praia em que a pele respira sofregamente e se abre para o sol.
Os Óscares eram um nadinha de tudo isso e mais ainda: magia, luzes, holofotes, elegância, mulheres bonitas, reconhecimento, eram uma coisa longínqua, que acontecia do outro lado do mundo, acedível só a quem estivesse acordado toda a noite.
Eu estava. Primeiro, quando estudava e depois, nos primeiros anos de trabalho. Metia férias para ver os Óscares. Depois sentava-me no sofá de pijama e lá ficava, a cair de sono, com sandes de vários andares para me tirar a larica, a torcer por este, por aquela, a rir-me do outro e embasbacada, a olhar para todos.
Sei que hoje em dia esta coisa dos Óscares é mais uma coisa de indústria, politica e lobbies do que de mérito. Acredito que, em alguns casos, assim seja.
Mas rais me peniquem, não é que ainda continuo a sentir aquela coisa no baixo ventre “da-noite-dos-Óscares”? Ainda me delicio com os vestidos, as jóias, ainda faço apostas e roo uma unha porque quero que ganhe este ou aquele.
Já não meto férias. Já não me entulho de sandes de vários andares antes de ir dormir.
Mas, porra, a primeira coisa que faço no dia seguinte (à noite dos Óscares) é ligar a rádio para saber como foi.
Há coisas que mudamos, na vida, não porque queremos mas porque a tal somos obrigados.
Mas também há amores, na vida, que são para sempre.

26 comentários:

Tétisq disse...

eu tento mas adormeço sempre.
achei 'A forma da água' interessante mas não lhe daria o homenzinho dourado.
'Três cartazes à beira da estrada' é o meu preferido para todas as categorias principais em que está nomeado.

Gaja Maria disse...

Eu tento sempre ver, mas não me aguento. Caio sempre para o lado a dormir :)

Anouk disse...

Laura, eu também, eu também :))). Com direito a directa e tudo. Agora já tenho juízo...
Quero que ganhe o Call Me By Your Name. Mas é voto vencido ;)

Andreia Morais disse...

Nunca tive essa dedicação aos Óscares, mas gosto sempre de saber os resultados depois :)
Vi, ontem, «A Forma da Água» e fiquei maravilhada. Que filme fabuloso!

Manel Mau-Tempo disse...

nã era o meu preferido, mas fiquei satisfeito com o óscar da Frances McDormand e do Sam Rockwell :)

Cidália Ferreira disse...

Bom dia! Não vi. deu muito tarde! :)


Beijo e uma excelente semana.

Laura Ferreira disse...

Tétisq, também gostei muito dos cartazes, mas a forma da +agua para mim é brilhante :)

Laura Ferreira disse...

GM a certa altura da noite também era isso que me acontecia :)

Laura Ferreira disse...

Anouk ainda não vi esse, mas é seguramente o próximo. :)

Laura Ferreira disse...

É lindo, sim, Andréia, maravilhoso!

Laura Ferreira disse...

M -MT pois com esses dois óscares fiquei feliz, também.
com o realizador e melhor filme também :)

Laura Ferreira disse...

Cidália, pode ver hoje - volta atrás :)

Gil António disse...

Visitando, lendo, gostando do espaço que considero muito bonito e acolhedor, prometendo voltar.
.
* Chuva que acalma CORAÇÕES … secos pela desventura *
.
Cumprimentos poéticos
Votos de um dia feliz

Graça Pires disse...

Também foi a primeira coisa que quis saber hoje, Laura. Nunca vi a cerimónia dos Óscares, mas sempre me interessei pelos filmes nomeados...
Uma boa semana.
Um beijo.

Marta Martins disse...

Não sigo os Óscares mas vi Lady Bird e Call Me By Your Name , gostei muito dos dois, esse não conheço.

Janita disse...

Há muitos anos que não passo quase a noite em claro para assistir à grande noite de todas as vaidades e ambições: o cobiçado troféu. Não perco uma boa noite de sono por nada deste mundo. E sabes? Adorei foi o teu texto. Que bela guionista de filmes darias, Laura!

Quando soube que o vencedor havia sido "A Forma da Água" fiquei contente. Talvez o romance insólito e irreal tenha falado mais alto, em mim, sei lá. Só sei que rejubilei, pela primeira vez em muitos anos. Se houve manobra de bastidores, não sei nem me interessa.

Beijos, Laura.

Andreia Morais disse...

r: Agradeço imenso a sinceridade! E cuidado constantes :)
Estou a aceitar participações até dia 1 de abril, mas como só faço anos a dia 15, posso sempre abrir uma exceção e alargar o prazo. Se quiseres arriscar, terei todo o gosto! Mas se sentires que, mesmo assim, não terás tempo, compreendo perfeitamente. E fico grata na mesma.
Espero que o mês corra super bem <3

Olvido disse...

Nunca fiquei acordada para ver mas no dia a seguir de manhã lá ia espreitar os vencedores e as fatiotas... agora ligo menos, até porque algumas vezes fiquei desconcertada com os vencedores...

Laura Ferreira disse...

Gil, obrigada, volte sim :)

Laura Ferreira disse...

Graça, e fiquei contente com os resultados!
boa semana

Laura Ferreira disse...

Marta, esses dois estão na minha lista :)

Laura Ferreira disse...

Janita, eu fiquei feliz.
é um filme de enorme beleza :)

Laura Ferreira disse...

Andreia, a estreia da minha peça é por aí.
se vir que tal ainda te aviso.
obrigada pelo carinho

Laura Ferreira disse...

Olvido, pois por algumas vezes também apanhei alguma surpresas :)

cantinhodacasa disse...

Quando trabalhava, não via.
Agora que posso ver, adormeço.
Foi o que aconteceu no domingo.

A Nossa Travessa disse...

Minha querida Lauramiga

É a primeira vez que aqui chego por "culpa" da Luísa da À Esquina da Tecla onde encontrei o teu blogue. Quase plagiando o grande Júlio César, Cheguei, vi, e... gostei e agora espero que me reciproques...

O cabeçalho do teu blogue é magnífico e os textos também são, os meus parabéns.

Qjs = queijinhos = beijinhos do teu novo amigo

Henrique, o Leãozão

Arquivo