29/05/19

da escrita à noite

phot. by kathleen meier





Apaixona-me cada degrau da escrita.
Cada paragem, cada fôlego.
Às vezes galgo, às vezes paro, às vezes recuo.
Ouço cada barulho, perpetuado no silêncio.
E observo-me em músculos, verbos, frases e pontuação.

27/05/19

A escrita suporta-me, sustenta-me a às vezes assusta-me.


Shéhérazade


de Jean Bernard Marlin
com Dylan Rober e Kenza Fortas

comovente, duro, cru, com 2 brilhantes interpretações.

26/05/19

consigo facilmente imaginar 20 razões


para me apetecer ficar em casa amanhã, sem fazer pevide.

24/05/19

a minha família da escrita.


(my photo.)

das merdas


um dia deixo-me de merdas
e deixo a maior parte das merdas
e dedico-me às merdas mesmo importantes.

watercolor paitings by Alvaro Naddeo

Arquivo