29/05/19

da escrita à noite

phot. by kathleen meier





Apaixona-me cada degrau da escrita.
Cada paragem, cada fôlego.
Às vezes galgo, às vezes paro, às vezes recuo.
Ouço cada barulho, perpetuado no silêncio.
E observo-me em músculos, verbos, frases e pontuação.

4 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Muito bom. Adorei!:)

Beijos

Andreia Morais disse...

Tão isto, tão bom *-*

Janita disse...

Que bela a associação de ideias entre a imagem e o teu conceito de escrita, ou melhor, da tua escrita...

Gostei muito, Laura. :)

Bondurant disse...

do melhor que a vida nos dá

Arquivo