09/01/20

a 8 mãos


“a 8 mãos”
Esta peça teve todas as mãos que eu já tive.
Teve as mãos que estiveram comigo desde sempre, teve mãos que fui descobrindo ao longo da vida e teve mãos que também já perdi.
Esta peça teve luto, teve glória, teve espanto e teve medo.
Esta peça teve dor, alegria, memórias, melros e mulheres.
Esta peça teve bocados de todos aqueles que são os mais meus e também teve bocados de mim: os mais obscuros e os mais simples.
Esta peça ontem fez-me realizada. Soou-me a antigo, a memórias, a cheiro de família, a fogão sempre a funcionar, a camisas de rendas, a melros em casa dos meus pais.
Esta peça trouxe gente incrível à minha vida: as vozes, a direção, o apoio, as ideias, as conversas, as dúvidas, as certezas.
Esta peça trouxe-me mais algumas mãos que vou guardar para sempre.

obrigada, a todos vós.

6 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Excelente! parabéns!

-
Não te quero perder do pensamento.
Beijo e um excelente tarde

Andreia Morais disse...

E é tão maravilhoso quando nascem projetos com tantas mãos bonitas, que não nos largam mais!

Gaja Maria disse...

Que bom. Mais um novo projeto. Feliz 2020!

CCF disse...

Parabéns Laura, coisas assim nascidas são belas não apenas pelo resultado final mas por todo o processo. E podemos ver? Onde?
Beijinho
~CC~

Mar Arável disse...

As mãos não mentem
Tudo pelo melhor

Graça Pires disse...

"Há um pressentimento feliz na concha das mãos perturbadas de afecto"...
Tudo de bom para si, Laura.
Uma boa semana.
Um beijo.

Arquivo