07/10/08

aos quarenta

aos quarenta
visto-me de folhas maduras
palavras calmas
olhos descansados.
pesa-me no corpo um pesar. bom.
de vida aproveitada
sonos aprendidos
aprendo-me. ensino-me. e ensino.
rejeito o que me prende.
o que me ensurdece, o que me encolhe.
rejeito o que me faz ficar cinzenta.
canções tristes que antes me tornavam pequena.
pessoas pequenas que antes me tornavam triste.
enternece-me um filme francês
um pássaro
um acorde harmonioso
um vermelho desbotado
um pão-de-ló acabado de fazer.
enternece-me a família
um álbum de retratos
um Inverno ameno
um telefonema de um amigo.
enternece-me o pó nas mobílias
a montra de uma mercearia
a cantiga portuguesa de ontem.
sou chávena de chá morno de plantas exóticas
sou vestido justo ao corpo
cadeira emparelhada
braço dado
livro gasto
sou, amiúde, miúda.
sou grande, pequena,
mimada e severa.
sou vespa cor-de-rosa italiana
sou prédio alto de nova Iorque.
sou romântica e cismática.
sou simpática e sonolenta.
sou filha, irmã, mãe, amiga, mulher.
sou, muito disto tudo, aos muitos que me rodeiam.
sou a esperança de alguns
a alegria de outros.
sou tábua, almofada, âncora.
sou. assim. aos quarenta,muita coisa.
visto-me, leve, rio, pinto, escrevo, palavras, cor, sim.
faço pausas pausadas. respiradas.
crio e recrio e invento
ouço música. constante.
banda sonora que construí com trabalho. esforço. de anos.
paz.
vejo cores que não têm nome. fotografo.
respiro os momentos, como ar. profundamente.
sinto coisas que não têm nome. memorizo.
trato-me, trato, retrato.
trato as palavras por tu.
entrego-me.
trato-me por tu.
e sou. a minha melhor amiga.

estou de volta... obrigada a todos vocês, que esperaram por mim.

13 comentários:

blue disse...

ó vespa cor-de-rosa-italiana, sê benvinda!

(e olha que não é dos quarenta, é genético, está no sangue, é bom e recomenda-se... PARABÉNS)

Nini disse...

Aos quarenta és uma mulher fantástica, cheia de vida, cheia de coisas para ensinar... Admirável! Além de me ensinares a ficar azul, quero ainda que me expliques, como se evita que pessoas pequenas nos deixem tristes... Beijo grande.
Que a vida te seja doce.

R. disse...

Melodioso,isto que escreveste.mais,sensorial!!

Parabéns,querida Laura*

vida de vidro disse...

Aos quarenta, entras na fase terna e compreensiva da vida. Isso é bom. Augura-te uns óptimos cinquenta. :)**

Laura Ferreira disse...

obrigada a todas.
é bom estar de volta e sabe que alguém nos espera...

Anónimo disse...

aos 40 continuas a ser tu, a Laura bonita, criativa, divertida, sensível, adorável...
és a tua melhor amiga sem dúvida, o que mostra que estás bem contigo própria e isso é que é importante.

(obrigada, querida prima, por poder ter estado ao teu lado direito...)

beijos, muitos, muitos

marisa

Sónia disse...

Esperar por ti para reencontrar tanta beleza e certeza nas palavras foi com certeza um presente para todos os que ficaram.

Parabéns, também pelos quarenta

Beijo

Patti disse...

Olá, vim devolcer a tua simpática visita ao meu Ares. Excelente forma de te descreveres.

CNS disse...

É sempre bom esperar pelas coisas bonitas que aqui nos deixas.

um beijo

Gasolina disse...

Gosto do que és.
Não sei se és 40 ou um 4 pulado à chuva.
Basta-me o que te mostras, o nó que embaraças na minha garganta, o sorriso crescente.

No abraço todas as palavras. Que são tuas.

~pi disse...

bem vinda quarenta vezes!! :)








~

Joanne disse...

Maravilhoso...até deu vontade em duplicar a idade, para me sentir exactamente como tu! Bestial! Bem vinda de novo!

Teresa disse...

Não olhas a vida com o peso de 40anos. Gosto disso [muito]! :)

Arquivo