22/06/10

o meu solstício de verão

o maior dia do ano
nele tem de caber esta minha sede de verão:
blusas de alça, sandálias, grilos, gelo nos copos, vento de leste,
poentes vermelhos, pele vermelha,
areia nos dedos dos pés, lençóis na cama, crianças a brincar nas ruas até tarde,
vermelhos, muita fruta,
janelas do carro abertas,
poemas e livros com areia,
mar sem carneiros, noites com estrelas,
saladas frescas, ioga com janelas abertas,
vestidos sem meias, concertos ao ar livre
snorkelng sem frio, pouco trânsito.
e dias e noites no teu terraço,
sem frio, a fio.



5 comentários:

CNS disse...

e o cheiro dos brozeados misturado com o cheiro do mar...

:)

Unknown disse...

e um fim de tarde na praia da Falésia? ;)

beijo
Tiago

Laura Ferreira disse...

Era mesmo... na falésia. E depois um joguinho de bola no mar, homens contra mulheres, como nos bons velhos tempos!
Um beijo grande.

Patti disse...

Sangrias e peixe grelhado. Música no bar da praia.

Random Blogger disse...

Solstício de Verão...esse dia tão especial e mágico. Adoro! Tem um je ne sais quoi.

Arquivo