13/11/10

true colors


Acordo sempre com uma “cor”.
Gosto de acordar azul. Em tons mornos. Avermelhados ou laranja.
Não gosto de acordar a preto e branco.
Se o faço é mau sinal.
É então quando pinto os lábios de vermelho
e passo o dia a fingir que sou uma rapariga/palete de cores vivas e variadas
que se passeia pelas horas ondulante como um pincel.

Sem comentários:

Arquivo