27/06/11

samba de verão

este ano deixei:
que o verão chegasse sem que eu desse conta
que me surpreendesse estando eu num sítio esquisito
e que ficasse a rir-se para mim mais tempo que o habitual.
tudo isto porque a minha disponibilidade para coisas mornas e pequenas
está no auge.

"Someone to cling to me
Stay with me right or wrong
Someone to sing to me
Some little samba song
Someone to take my heart
And give his heart to me
Someone who's ready to
Give love a start with me

Oh yes, that would be so nice
Shouldn't we, you and me?
I can see it will be nice..."

6 comentários:

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilson Barcelli disse...

Também fui surpreendido.
Pelo verão e por ti...
"apetecia-me guardar-te num qualquer recatado recanto de mim: um sitio rente à pele para que o nosso cheiro namorasse e se perdesse em íntimas conversas de desejo".
Isto é muito bem escrito.
Gostei do teu blog, na pequena vista de olhos que dei.
Beijo.

Luis Eme disse...

és um colosso, de Verão ou de qualquer outra estação.

(rima é verdade...)

Laura Ferreira disse...

Obrigada Nilson.
Obrigada, Luís, pela tua presença assídua. É por pessoas como tu que nunca páro de escrever.

Mar Arável disse...

Na verdade relativa

ai dos que não se surpreendem

o anão gigante disse...

Aquele móvel é o famoso "pechiché"?

Arquivo